Quer aprender com quem já
passou pelo que você está passando?

Quer aprender com quem já
passou pelo que você está passando?

Nathália Guisso

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

Nathália Guisso

Nathalia Guisso

Enfermeira

34 anos

São José do Rio Preto – SP

A trombose ocorreu 2 nas veias profundas da coxa direita e da panturrilha direita. E 1 na perna esquerda na poplítea.

Tive a 3 trombose primeira com 27 anos, em 2014, 2º em 2016 com 29 e 3º em 2018 com 31 anos. Todas as três vezes fui para emergência com perna bem inchada, quente, e muito vermelha o médico de plantão passou medicação e liberou para casa disse que isso era apenas meu corpo que já estava dando sinal de canseira, tive negligência médica nas três vezes, mais graças a Deus hoje estou aqui podendo contar um pouco do acontecido. Sou enfermeira mais em nenhum momento passou pela minha cabeça que poderia estar com trombose. Na realidade é aquela você acha que vai acontecer com os outros e não conosco. Escutei muito “nossa, mas tão nova”, “isso é doença de velho”. E outras coisas do tipo. De certa forma, eu entendi isso como uma nova oportunidade de me manter viva. Curtir mais a vida ao lado das pessoas que amamos, pois não sabemos o dia de amanhã.

Felizmente, estou aqui contando este fato, e após a trombose eu decidi cuidar mais de mim, da minha saúde física e mental.

Hoje, após este episódio, acredito que dou muito mais valor à vida!

A trombose não foi uma coisa boa em minha vida, mas de uma forma inexplicável eu sinto que evoluí!

Conheci o Instagram da Thalita Mara através das hashtags (#trombose, #trombofilia) no Instagram. As postagens são bastante úteis! Para nós que fazemos tratamento para trombose, usando anticoagulantes e com certas restrições, é agora com as meias coloridas nós sentimos mais viva, dá um outro “up”, não precisamos só usar aquela meia de compressão (marrom) que as vezes dá até uma depressão ainda, mais quando temos que usar todos os dias. E com isso você acaba conhecendo várias pessoas que passaram o mesmo que você.