Quer aprender com quem já
passou pelo que você está passando?

Quer aprender com quem já
passou pelo que você está passando?

Uana Cavalcante

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

Uana Cavalcante

Uana Cavalcante

Médica
31 anos
Brejo Santo – CE

Em 28 de setembro de 2020 fui surpreendida durante a madrugada com uma dor na panturrilha esquerda. Aliviou em seguida, mas persistiu. Após 2 dias de dor, como médica me vi na obrigação de pensar em uma trombose venosa, sem de fato apostar que realmente seria… ciclista, praticante de pilates, dieta certinha daquela que leva o almoço no plano alimentar para o trabalho.

Procurei atendimento médico e para meu escurecer de vistas, eu estava apresentando uma trombose venosa aguda e já portava uma trombose antiga assintomática no mesmo membro. Meu Deus! Como eu, com toda aquela escolha de vida, mãe de dois filhos pequenos, médica de uma comunidade que precisava de mim, poderia parar a minha vida por algumas semanas?! Foi difícil.

A improdutividade foi difícil. A falta de autonomia, a mudança de planos, o afastamento obrigatório do que me fazia sentir viva… mas nada foi maior que o medo. Medo porque há exatamente oito anos atrás a minha mãe se encontrou na mesma situação, porém, evoluiu com uma embolia pulmonar maciça e perigosa, que por obra do Criador foi superada, segundo ela devido o grande amor a nós seus filhos. 

Então me vi ali. Com medo e vigilante a todo momento… ao passo que via minha vida ser modificada em tantos detalhes, fui dando adeus a algumas paixões e acolhendo a nova realidade. Primeiro veio a notícia da anticoagulação, que eu já previa. Mas depois veio a notícia que o tratamento não merecia prazos. Eu merecia medicação durante a vida! Dei adeus às tardes e manhãs quentes de pedal, pelas veredas e rochas da minha região… ao vento que limpava o cansaço dos dias, e ao mesmo tempo energizava tudo em mim.

Tive que reaprender a calçar, me reaceitar ao vestir. Mas mesmo com tudo que mudou me enchi de gratidão… gratidão por estar viva. Gratidão por ter cicatrizes de vitória. Por ter a chance de continuar completamente modificada!  Após 30 dias supreendentemente meus trombos dissolveram, e junto com as minhas veias, minha vida “recanalizou” para outras possibilidades!

 E então eu conheci essa MARAvilha de vida que é o Instagram da @thalitamarasantos, mais que uma página, um verdadeiro abraço fraterno que diz: A VIDA CONTINUA! Sou muito grata a cada texto que me tira sorrisos, que me afaga com compreensão, e torço que cada vez mais pessoas possam ser tocadas pela imenso prazer que é poder começar de novo. 

Um grande beijo, Thalita Mara!

Uana.