Quer aprender com quem já
passou pelo que você está passando?

Quer aprender com quem já
passou pelo que você está passando?

Autoestima depois da trombose

Autoestima

Autoestima depois da trombose

Autoestima e Saúde Mental: Valorizando-se Após uma Trombose

No mês de janeiro, dedicado à saúde mental, é importante destacar um aspecto fundamental: a autoestima. Embora o termo tenha sido amplamente utilizado e, em alguns casos, associado erroneamente à beleza, a autoestima é uma peça essencial do quebra-cabeça do bem-estar mental. Neste artigo, abordaremos a autoestima após uma trombose, considerando os fatores que podem influenciar o modo como nos vemos e sentimos.

O Conceito de Autoestima

A autoestima pode ser definida como a capacidade de uma pessoa de fazer uma avaliação de si mesma e experimentar sentimentos resultantes desse processo. Diversos fatores, como experiências de vida, influências sociais e culturais, podem contribuir para que alguém tenha uma autoestima elevada ou reduzida.

Autoestima Após a Trombose: Desafios e Complexidades

Quando se trata de autoestima após uma trombose, vários fatores podem afetar esse processo. Alguns deles incluem:

  1. Sentimento de Impotência em Relação à Doença: O diagnóstico de trombose pode gerar um sentimento de impotência, especialmente quando se é pego de surpresa por essa condição de saúde.
  2. Culpa: Algumas pessoas podem se culpar pela trombose, questionando suas escolhas de estilo de vida ou histórico médico.
  3. Sequelas Físicas Após a Trombose: As sequelas físicas que podem resultar de uma trombose, como inchaço ou mudanças na aparência das pernas, podem afetar a autoestima.
  4. Medo e Ansiedade: A preocupação com a possibilidade de recorrência da trombose ou a necessidade de tratamento contínuo pode causar ansiedade e abalar a autoestima.

A Psicoterapia como Recurso para Melhorar a Autoestima

A psicoterapia é uma ferramenta valiosa para quem busca fortalecer sua autoestima após uma trombose. Através da terapia, é possível identificar aspectos positivos e potencialidades na vida, muito além da trombose. A psicoterapia pode abrir novos horizontes para uma vida feliz, independentemente das circunstâncias desafiadoras.

Três Ingredientes para a Autoestima

Embora cada pessoa tenha uma jornada única de autodescoberta e crescimento da autoestima, três ingredientes fundamentais podem ser aplicados:

  1. Fé: Acreditar em si mesmo e em um poder maior pode fornecer força para enfrentar desafios e desenvolver a autoestima.
  2. Gratidão pela Vida: Cultivar a gratidão pelas experiências e oportunidades que a vida oferece pode nutrir a autoestima.
  3. Otimismo: Uma atitude otimista em relação ao futuro pode impulsionar a autoestima e ajudar na superação de obstáculos.

Conclusão

Valorizar-se e cultivar uma autoestima saudável é um desafio importante, especialmente após uma trombose. A psicoterapia pode ser um aliado nesse processo, ajudando a descobrir o potencial interno e a capacidade de viver uma vida feliz, independentemente das circunstâncias. A fé, a gratidão e o otimismo são ingredientes que podem transformar a autoestima e contribuir para a recuperação e o bem-estar mental. Lembre-se de que a sua saúde mental é valiosa e deve ser priorizada.

Use esses ingredientes sem moderação e viva mais feliz

Acredito que você também irá se interessar pelos conteúdos da Jornada Vida & Trombose. Participe, só quem já trilhou o caminho pode ensinar o caminho.

Bjos no coração

Thalita Mara

4 respostas

  1. Oii Thalita, adorei seu texto, nunca fui numa psicóloga, mas sinto necessidade de procurar um profissional, pois sinto muita ansiedade e sei o quanto isso me faz mal.

  2. Oi Talita gostei muito de ler tudo que foi escrito, estou fazendo tratamento para trombose na perna pela segunda vez. Muitas vezes me pego pensando no nada, me bate uma tristeza, fico pensando que não nada daquilo que gosto de fazer, correr.
    Mas com os três ingredientes sei que vou conseguir.
    Obrigada

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *