Quer aprender com quem já
passou pelo que você está passando?

Quer aprender com quem já
passou pelo que você está passando?

Trombose em homens

067

Trombose em homens

Compreendendo os Riscos e Fatores de Prevenção

O mês de agosto é marcado pelo Dia dos Pais, e é importante destacar que a trombose, uma condição muitas vezes associada ao sexo feminino, pode afetar homens também. A trombose é causada pela formação de coágulos que bloqueiam ou dificultam a circulação sanguínea nos vasos, e os homens não estão imunes a esse problema.

Embora a trombose afete ambos os sexos da mesma maneira em termos de sintomas e complicações, os fatores de risco podem variar. Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que a expectativa de vida dos homens é, em média, sete anos menor do que a das mulheres (73 anos para homens e 80 anos para mulheres). Além disso, homens enfrentam um risco maior de infarto agudo do miocárdio (ataque cardíaco) e acidente vascular cerebral (AVC) em comparação com as mulheres. No caso de trombose venosa profunda (TVP), os homens têm o dobro de chances de desenvolver formas graves e recorrentes da doença.

Vários fatores contribuem para essa maior propensão masculina à trombose. Os homens, em geral, têm uma tendência maior a adotar maus hábitos de vida, como fumar mais, fazer menos atividade física e buscar menos atendimento médico preventivo. Essas escolhas podem agravar os riscos trombóticos.

Os fatores de risco comuns entre os homens incluem má alimentação, obesidade, tabagismo e consumo de bebidas alcoólicas. Esses hábitos podem desencadear a formação de coágulos sanguíneos, que se alojam em veias e artérias, prejudicando o fluxo sanguíneo e levando à trombose.

Além disso, atividades físicas de impacto, como o futebol de fim de semana e esportes de luta, que são populares entre os homens, podem aumentar a vulnerabilidade a traumas que podem resultar em trombose.

Outro aspecto a considerar são os fatores psicológicos e culturais que afetam a mentalidade masculina. Muitos homens relutam em buscar atendimento médico preventivo e, quando o fazem, a situação já pode estar em estágios avançados. O cuidado com a saúde muitas vezes é negligenciado em comparação com outras preocupações na vida dos homens.

É fundamental sensibilizar os homens sobre a importância de cuidar de sua saúde vascular. Mulheres, parceiras, esposas e familiares desempenham um papel crucial em educar e conscientizar os homens sobre os sintomas e sinais da trombose, como dor e inchaço nas pernas, que podem indicar um evento trombótico.

Além disso, incentivar a realização de check-ups vasculares regulares, pelo menos uma vez por ano, pode ajudar na avaliação, prevenção e tratamento de problemas vasculares. A vida precisa fluir, e isso inclui a saúde vascular de todos, independentemente do sexo.

Referência: Site do Instituto de Hematologia, Hemostasia e Trombose. Acesso em 06/07/2021

Participe da Jornada Vida & Trombose conteúdo completo para você ter qualidade de vida.

Um super abraço.

Thalita Mara

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *