Quer aprender com quem já
passou pelo que você está passando?

Quer aprender com quem já
passou pelo que você está passando?

A melhor decisão da minha vida depois da trombose

WhatsApp Image 2022-04-28 at 11.00.48

A melhor decisão da minha vida depois da trombose

O mundo está cheio de frases clichês, e embora às vezes possam soar repetitivas, algumas delas contêm mensagens valiosas. No entanto, nem sempre essas mensagens são tão úteis como parecem. Um clichê comum diz: “Tudo tem a hora certa para acontecer. E as coisas só vão acontecer quando você menos esperar.” Mas será que isso é realmente verdade?

Desafiando os Clichês

Na realidade, essa frase pode ser um obstáculo, levando à inação e à espera passiva. Afinal, será que existe mesmo uma “hora certa”? Uma alternativa mais prática e realista é: “Não fique esperando o momento certo, pode ser que ele nunca chegue.”

Vou compartilhar minha história para ilustrar essa ideia. Em 20 de junho de 2011, tive um episódio de trombose que mudou minha vida. Passei uma semana internada, sofri com dores intensas e, infelizmente, sofro até hoje com a Síndrome Pós Trombótica. Nesse mesmo ano, eu estava prestes a concluir minha graduação em psicologia e tinha o sonho de fazer um mestrado. O desafio era que a prova para o mestrado estava marcada para setembro, exigindo que eu estudasse enquanto enfrentava uma montanha-russa de sentimentos e dores causadas pela minha condição de saúde.

Não Deixe para Depois

Algumas pessoas me aconselharam a adiar meus planos e a priorizar minha saúde. No entanto, eu percebi que, embora minha perna estivesse debilitada, eu ainda tinha minha mente afiada e poderia usar esse recurso para algo produtivo. Então, estudei por dois meses, deitada, com uma tábua improvisada para apoiar meus materiais. Eu fazia pausas para alongar, caminhar e mover as pernas, pois era importante não ficar imóvel por muito tempo após a trombose. A movimentação ajuda o fluxo sanguíneo. Às vezes, minha mãe improvisava sessões de “fisioterapia” para ajudar a movimentar minhas pernas.

A Jornada e a Recompensa

No dia da prova do mestrado, fiquei horas sentada com as pernas inchando consideravelmente. Eu me mexia na cadeira, desconfortável, mas determinada. O tempo passou, minha perna melhorou gradualmente, e, no fim do ano, vi meu nome na lista de aprovados para o mestrado em Psicologia. Não fui a melhor aluna, mas dei o meu melhor.

Hoje, quando olho para essa jornada, percebo que esperar pelo dia perfeito nunca teria me levado aonde cheguei. Sempre haverá obstáculos, razões para adiar e imperfeições na vida. Se formos esperar por todas as estrelas se alinharem, nunca agiremos. A vida é cheia de desafios, mas enfrentá-los e seguir em frente, mesmo em momentos incertos, pode nos levar a realizações inesperadas.

Recentemente, minha dissertação de mestrado foi escolhida para publicação em um livro. Sempre que compartilho essa história, me emociono, mas tenho a certeza de que fiz a escolha certa, mesmo em um momento incerto, e as dificuldades valeram a pena. Portanto, lembre-se: a hora certa é agora, e a jornada começa quando você decide que está pronto para enfrentar desafios e seguir em frente.

Meu recado para você é: se você está esperando sei lá o quê acontecer pra entrar na Jornada Vida & Trombose, eu sinto te dizer que pode ser que sei lá o quê nunca aconteça, ou que aconteça outra coisa no meio do caminho para te parar de novo e você perderá a oportunidade de ressignificar sua história e aprender muito sobre a VIDA!!!

Agora me conta, você é o tipo de pessoa que fica eternamente esperando o momento certo para começar? Ou manda vê, apesar das dificuldades?

Um beijo para você!

Thalita Mara

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *