Quer aprender com quem já
passou pelo que você está passando?

Quer aprender com quem já
passou pelo que você está passando?

Qual a relação entre a trombose e o uso do anticoncepcional?

Sem título

Qual a relação entre a trombose e o uso do anticoncepcional?

Entenda os Riscos

A relação entre o uso de pílulas anticoncepcionais e a trombose tem se tornado uma preocupação crescente entre as mulheres. Casos de internações e, infelizmente, até mortes relacionadas ao uso contínuo desses contraceptivos chamaram a atenção para os riscos envolvidos. Neste artigo, abordaremos a relação entre anticoncepcionais e trombose, destacando os efeitos desses medicamentos na circulação e explicando por que os anticoncepcionais podem causar trombose. Além disso, discutiremos as chances de desenvolver trombose relacionada ao uso de anticoncepcionais.

Os Efeitos dos Anticoncepcionais na Circulação

Os anticoncepcionais orais contêm hormônios sintéticos que imitam a progesterona e o estrogênio naturais do corpo da mulher. São esses hormônios que estimulam a formação de coágulos sanguíneos. Quando o sangue coagula em excesso, aumenta o risco de obstrução de uma veia, levando à trombose venosa profunda.

Por Que os Anticoncepcionais Causam Trombose?

A relação direta entre anticoncepcionais e trombose não é totalmente compreendida, mas existem teorias que podem explicar essa ligação. Estudos sugerem que os contraceptivos orais podem levar à resistência das proteínas C reativas, que são agentes anticoagulantes naturais do organismo. Esse desequilíbrio no sistema circulatório torna mais provável a formação de coágulos.

Vale ressaltar que nem todos os tipos de anticoncepcionais são igualmente perigosos nesse aspecto. As pílulas combinadas que contêm estrogênio estão mais associadas ao aumento do risco de trombose.

Chances de Ter Trombose Causada por Anticoncepcional

O uso de alguns tipos de pílulas anticoncepcionais pode aumentar o risco de trombose arterial em cerca de 1,2 a 1,8 vezes, aumentando a probabilidade de AVC ou infarto. Já o risco de trombose venosa pode ser de 3 a 6 vezes maior ao tomar contraceptivos orais.

No entanto, é importante observar que nem todas as mulheres que usam anticoncepcionais desenvolvem trombose. A probabilidade varia de acordo com a fórmula do contraceptivo, a predisposição genética e outros fatores individuais. Portanto, é essencial que a escolha e o uso de contraceptivos sejam feitos com base em uma avaliação médica.

Conclusão

A relação entre anticoncepcionais e trombose é um tópico crítico para a saúde das mulheres. Embora o risco de trombose possa aumentar com o uso de certos tipos de pílulas, a avaliação individual e a orientação médica são cruciais. Sempre que se considerar o uso de anticoncepcionais, é fundamental procurar um médico que possa avaliar o risco e recomendar a melhor opção de contraceptivo para o organismo de cada mulher. Compartilhe este artigo para que mais pessoas possam entender os riscos e tomar decisões informadas sobre sua saúde.

Deixe seu comentário aqui também. No meu caso, tive trombose após o uso de anticoncepcional em menos de um mês. Só posteriormente descobri a trombofilia. Esse acontecimento mudou totalmente minha vida e desejo que as pessoas não passem pelo que passei.

Acredito que você também irá se interessar pelos conteúdos da Jornada Vida & Trombose.

Um super beijo.

Thalita Mara

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *